Porque ter um Trailer?

Alto Paraiso
Araranguá
Aruanã
Atibaia
Bombas
Bombinhas
Brasília
Caldas Novas
Campos do Jordão
Estaleirinho
Florianópolis
Garopaba
Goiânia
Guarda do Embaú
Guaratuba
Itu
Ouro Preto
Pirenópolis
Rio Araguaia
Roma  
Salvador
São J.Del Rey
São Lorenço
Ubatuba/Parati
Sites de Campings

Amigos colaboradores
Vídeos
Sanitário  
Sky no camping

Argentina
Chile
Europa 
Inglaterra 
Itália 
Suíça & França
Uruguai
Viagem Uruguai/Argentina
Super Dicas Cone Sul
Viajando pelo mundo.
Amigos
Aventura
Camping Modelo-Fotos
Campismo desenvolvido
Governo e o Campismo
Hots Links
Manutenção & Dicas
Perguntas & Respostas
Rebocando 
Tacógrafo
Sabedoria
Alimentação Saudável


         



            [ 417854 ]




Dicas de mecânica e de segurança.


Motores:
Os motores diesel nâo eletrônicos tem uma característica que o fazem muito confiáveis.
Por ter um funcionamento simples,normalmente antes que aconteça um problema que os façam parar, eles começam a dar avisos muito antes.
Aumento de fumaça negra, normalmente indica problema na Bomba injetora, ou anéis.
Neste caso se for anéis, quanto mais quente,o motor, mais fumaça.
Outro fator que pode indicar um problema de anéis e se começar a baixar o óleo do carter em excesso.
Mas queimar 1 litro a cada 1000 kilometros é normal.
Fumaça branca combustível passando sem queimar, provável problema na Bomba injetora.

É altamente recomendável a instalação de um pré-filtro, que retém a maior parte da sujeira que está vindo no combustível.
E faça a instalação em um lugar de fácil acesso, várias vezes nosso veículo estava com fraco desempenho.
Foi parar e verificar o pré-filtro, e encontrar o problema, sujeira, se tivesse passado direto para os filtros originais, seria outra estória.
Mas no pré-filtro a solução se dá em minutos.

É tem algo que quem tem veículo a diesel tem que aprender, e como e quando sangrar o motor, ou seja tirar o ar do sistema de alimentação de combustível. É fácil e qualquer mecânico ensina, não saia para estrada sem saber isto.


Dificuldade para engatar marcha, principalmente a ré.
Nós veículos mais antigos esta dificuldade é meio normal, e quanto mais quente estiver o veículo, mais esta dificuldade se apresenta.
Tem um jeitinho para passar marcha à ré nestes carros. Normalmente se consegue desenvolvendo um tipo de "tapa" que se dá na alavanca do câmbio.
Ou então quando a coisa fica mais complicada, engante na sequencia da primeira até a quarta marcha, e em seguida a ré fica mais fácil de entrar.
Mas se a coisa está ficando meio incômoda, pode ser que uma peça chamada Tramulador, esteja com folga, verifique e peça para trocar.


Testando a embreagem.
É simples, freie o veículo. Engate a quinta marcha, e vá soltando a embreagem devagar se o veículo apagar.
Siguinifica que a embreagem esta boa.


Freios. Para veículos pesados e muito importante o seguinte.
Lembre-se, se passar em poças de água, muito grandes.
Você deve imediatamente secar os freios.
Como se faz isto.
Em velocidade bem devagar, comece a acionar os freio de forma progressiva, repita até notar, que os mesmos voltaram ao normal.
Me disseram isto e eu fiz o teste. Após passar na água, se os freios ficaram muito encharcados, você freia e o veículo simplesmente não para.
Ou então se apenas uma roda ficou encharcada, em uma freada mais forte, o veículo desvia violentamente para um dos lados.


Veículo parado.
Todo veículo deve funcionar e sair do lugar no máximo a cada 15 dias.
Veja porque.
Retentor que fica nas rodas, se a posição ficar a mesma por meses, tem a tendência de começar um vasamento.
Solução da bateria, os resíduos que existem e se formam dentro da bateria decantam e podem fazer um curto em alguma placa, deteminando o fim da vida útil da mesma.
Pneus principalmente os sem cameras, são mais moles, e podem deformar, passando a fazer um barulho irritante e desgastando de forma assimétrica.
Se tem também geladeira e ar-condicionado deve-se ligar o mesmo neste período, somente o tempo de dar uma circulada no gás.
Tem alguns tipos de câmbios que travam se ficam muito tempo sem movimento, então um mecânico tem ser chamado para abrir e destravar. É uma operação simples, mas não deixa de ser um transtorno.
Se você instalou o pré-filtro, ele tem uma válvula que quando aberta retira a água do diesel, antes de ligar o motor faça isto.
Tem uma bactéria, que pode atacar o diesel parado e velho. Ela forma uma espécie de gosma, que dá problema no sistema de alimentação.

Ou seja o veículo foi feito para rodar, se tiver que ficar realmente parado por muito tempo você tem que:
Eliminar todo combustível.
Desconectar as baterias.(nem isto garante que elas voltaram a vida)
Aliviar o peso do chassi sobre a suspensão com cavaletes.


Geradores.



Vários aspectos dos Geradores de Energia Elétrica, vejamos alguns:
-Acima de 40 graus de temperatura ambiente o desenpenho,ou especificamente, a capacidade de gerar energia começa a cair vertiginosamente.

-A não ser geradores especiais, os geradores comuns que são o que se encontram nas lojas. No seus sistema de regulação de voltagem é usado um componente eletrônico chamado Tiristor, este componente apesar de ser fundamental para regular a tensão, "suja" a corrente. Fazendo esta, imprópria para uso em equipamentos mais sensíveis e sofisticados. Por exemplo um computador.

-Para gerar energia, para um ar-condiconado de 7500 btus, será necessário um gerador com potência de pelo menos entre 4 e 5 Kw, funcionando como vimos acima, em uma temperatura adequada.

-Acho meio absurdo, quase todo gerador que vejo seu compatimento está envolvido com uma espuma plástica para diminuir o barulho. Só que esta espuma, já testei, é inflamável. Prefiro retirar e colocar um "tapete" feito de lã de pedra, é barato, exerce proteção acústica e térmica, e é anti-chamas.

-Curiosidade: Um gerador e um motor elétrico, tem exatamente a mesma estrutura, só mudam, os seus equipamentos de controle. Se você aplicar uma rotação adequada em um motor elétrico, ele gera energia com igual potência. Isto é a "raiz" do funcionamento dos veículos híbridos.


Como instalar um sanitário tipo Aqua-magic.



Aqui usaremos um "joelho" de tubo de esgoto de 100mm que pode ser de 90 ou 45 graus.
Faça o furo no chão para passar somente o tubo, sem que seja possível passar a parte mais larga de acordo com a figura abaixo.
Também é preciso fazer 02 furos para colocar os parafusus que fixam o vaso.
Pegue o "joelho" e no local indicado pela seta, corte e lixe.De forma que esta parte mais grossa passe a ser o final do joelho.
A parte mais larga do joelho, não passará pelo orifíco feito no chão.
Sendo que ela será a "conta", para ao parafusar o vaso fique fazendo a pressão correta, no anel de vedação do vaso.
Agora coloque o anel de vedação conforme a figura-detalhe abaixo, coloque o vaso no lugar sobre o joelho. Aperte os dois parafusos, mas sem fazer muita pressão. E está pronto !

    
Detalhe do anel de vedação.




Dirigindo um veículo de grande porte.


Nunca e demais relembrar.
Preste atenção no que está acontecendo a dezenas de metros a frente,se possível a centenas.
Pois o veículo não pará tão rápido como um automóvel.
E talvez até mais importante, não desvia como um veículo menor. Livra-se a frente mas a lateral continua.

Novamente a lateral, automóveis e motos, podem estar ao lado, que ficam no ponto cego do retrovisor e você não os vê.
E o que é pior, eles geralmente não estão se dando conta disto.
Esquecem uma regra básica, se você nâo está conseguindo ver o motorista à frente, no retrovisor dele, ele também não está te vendo.

Bicicletas, toda vez que ver este tipo de veículo, que é totalmente incompátivel com um local de trâsito pesado, deve-se entrar em alerta máximo.
O normal é o ciclista ocupar a pista de rolagem de uma apertada rua de cidade, em total displicência com o trânsito da via.

Não sei porque, mas veículos grandes, tem uma enorme tendência de sair da trajetória de rolagem, portanto muito cuidado, ao sintonizar rádios, trocar cds e conversas laterais.

Mas existe uma grande vantagem em dirigir um veículo grande. Você pode ir devagar, que raramente algum apressadinho te pertuba.
E nas estradas, nas longas viagens, sinto muito menos desgaste dirigindo motorhomes do que automóveis.